Manifesto Inversista (por Marcus Di Bello)

Publicado: 6 de abril de 2011 por Blue em Diversos

(texto de Marcus Di Bello)

Aos amantes de boa e fascinante arte. Proporcionaremos excelentíssimas sensações de prazer. Respirem-nos. Acolham-nos.

Inspirações passadistas são bem vindas. Não cometeremos o mesmo erro dos futuristas, cujas obras ocupam os mesmos museus e bibliotecas que pretendiam destruir.

Palavras para que vos quero.

Agora o poema passa a ser chamado verso; e o poeta, versista. Entretanto, apenas os que abrirem suas cabeças e interpretarem seus desejos poderão ser considerados inversistas.

O que vale é o sentimento gerado pelo verso, não a forma no qual é escrito.

O Inversismo não é um barco indo contra a maré. É a própria maré, redefinindo o lugar de cada barco.

Não estamos construindo um movimento inovador, sendo essa a grande inovação. Uma consistência fervorosa. Um orgasmo apaixonado. Estamos alucinados.

Buscamos o reconhecimento e a consagração. Trabalhamos pelo bem-estar da sociedade. Somos contra a ignorância e o derrotismo. Contra a rima sem sentido. Contra a vírgula equivocada. Somos a favor e contra o mundo.

Somos independentes e maduros. Reconhecemos a nossa força e planejamos a nossa caminhada.

Favores aos amigos. Paixões à distância. Nada é incomparável enquanto existirem condições favoráveis.

Aos amantes de boa e fascinante arte. Eis o Inversismo.

 

Novas ideias

Achei esse texto enquanto pesquisava a palavra “Inversismo” no google, não sei se o autor conhece o nosso movimento, mas com certeza conhece o significado da palavra “Inversismo”, ou ao menos, intuiu o mesmo significado que nós. Achei tão interessante o texto que tentarei entrar em contato com o autor do mesmo.

comentários
  1. Bruna disse:

    Muito legal esse texto de Marcus, pensei até que ele fosse alguém do blog.

    O inversismo é um sentimento. Eu o sinto. Nós somos os jovens inversistas.
    Com certeza isso é uma história, um manifesto já pronto, dentro de nós.

  2. Marcus Di Bello disse:

    Olá. Achei meu texto aqui no blog de vocês. Bom, obrigado pelas palavras, não os conhecia. O “inversismo” foi um movimento criado por mim em 2009, acredito eu, para redefinir uma nova maneira de escrever poemas. Troquei os poemas pela dramaturgia teatral e hoje trabalho com isso. Parabenizo pelas ideias e vida longa ao movimento.

    Grande abraço,
    Marcus Di Bello
    Santos/SP

  3. O Circulo Literário Organizado Verso In Verso, foi um movimento que começou, até onde sei, em 2001, através de estudantes e amigos da literatura. Criamos várias obras (poesia, poema, novela, conto, música, apresentação etc). Os que participavam desse movimentos eram titulados como inversistas, assim como suas obras.

Deixar uma Resposta?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s